quarta-feira, 28 de maio de 2014

Desafio...

Hoje sê sincero, agarra no telemóvel, no computador, na tua pessoa e diz a alguém algo que sempre quiseste dizer mas nunca disseste, por medo da resposta, por medo de ser olhado de lado, por medo de não ser aceite.
Hoje sê livre, liberta a mente, a alma, o coração, não tenhas medo da resposta, não tenhas medo da opinião dos outros, o que importa se te olharem de lado?
O que importa senão te compreenderem?
O que importa é o que tu és, o que tu sentes...
Hoje sê tu mesmo, diz o que sentes.. VIVE!!


terça-feira, 27 de maio de 2014

Sorteio - Kabuki Kitty

O post de hoje é daqueles que todos gostamos, sorteiooooooooo :p



O prémio é o Kabuki fofinho que vocês podem ver na imagem em cima, vamos às regras?

- O sorteio é INTERNACIONAL, começa hoje (dia 27 de Maio) e termina dia 27 de Junho. Dura portanto um mês.
- O envio do prémio é por minha conta, não tendo assim nenhum custo para o participante.
- Para participar é necessário terem mais de 18 anos OU no caso de serem menores terem autorização dos vossos pais. Eu vou precisar da vossa morada para vos enviar o prémio e portanto a autorização é importante.
- Como podem ver pelo formulário existem à partida 3 entradas disponíveis,  a única obrigatória é gostarem da página do blog no facebook, depois ganham entradas extra se seguirem o canal do youtube e se divulgarem o sorteio.
- Para divulgares o sorteio deves partilhar o link deste post ( http://omeumundoaleatorio.blogspot.pt/2014/05/sorteio-kabuki-kitty.html )
- O sorteio pode ser divulgado todos os dias- uma vez por dia - e ganham 1 entrada extra por cada divulgação, portanto se divulgarem todos os dias devem vir todos os dias colocar o link da divulgação.
Não se esqueçam que a divulgação tem de ser publica para eu conseguir ver. Para quem divulgar no facebook por baixo do estado aparece a data e uma espécie de "rodinha" carregando ai podem colocar esse - e só esse - estado publico, portanto eu vejo a divulgação sem ter de ver o resto do vosso face.
- O vencedor será publicado aqui no blog e no facebook e tem 5 dias para entrar em contacto comigo e me enviar os seus dados, caso não o faça será feito um novo sorteio.
- É obviamente obrigatório preencher o formulário em baixo.


a Rafflecopter giveaway

5 coisas que me irritam... #1

- Odeioooo que não me respondam às mensagens, fico mesmo chateada quando não me respondem IMEDIATAMENTE.
- Acordar cedo.. óh sacrificio danado :S
- Usar chapéu de chuva, irrita-me :X
- Partir uma unha, eu sei que é fútil mas fico mesmo chateada :S
- Pessoas mal educadas, tira-me do sério gente mal educada que se acha melhor do que os outros, dá-me logo vontade de os sufocar. :X



segunda-feira, 26 de maio de 2014

Fitness #4

Se eu disse que a outra semana tinha sido má, esta então.. mas a culpa foi do são Pedro não foi minha. ahahha

Na segunda feira fiz o meu treino da tarde normalmente, inclui uns exercícios de pernas lá nos bancos do circuito, corri mais um bocadinho do que na semana passada e cheguei a casa morta que nem farofa, mas feliz :)
Na terça e na quarta treinei de manhã tudo certinho e direitinho mas de tarde não houve treino já que chovia torrencialmente por aqui e o circuito como sabem é ao ar livre.
Na quinta estava um dia horrível horrível horrível e a preguiça tomou conta de mim, não treinei NADA.
E na sexta feira também não treinei, porque tinha uma directa em cima e uma sobrinha de quem cuidar (a directa foi porque ela dormiu comigo - ela dorme eu não).

Ou seja esta semana foi de dar vergonha até à mais preguiçosa das pessoas, para compensar esta semana que começa hoje vou incluir peso em algum dos treinos da manhã.

Quanto a resultados engordei meio quilo mas acho que se deve apenas e só ao tanto que comi no fim de semana e por isso não sei se ele vai continuar cá depois desta semana de exercícios (esperemos que sim), noto as pernas mais durinhas e a ganhar alguma definição mas ainda estou longe - muitooo longe - do objectivo final (e até do objectivo mediano que me permita fotografar as pernas para vocês).

Por fim esta semana não há foto da barriga, por dois motivos, um ela não mudou desde a semana passada e dois - e este é drástico - o meu S3 estatelou-se e ficou sem vidro/touch, vai ter de ir para o arranjo, esperemos que para a semana já esteja comigo para ser mais fácil fotografar.

Também estou a pensar gravar um video a mostrar-vos alguns dos exercicios que faço no circuito e que vocês também podem fazer, que tal?

Beijooooo e espero que a vossa semana tenha sido mais disciplinada do que a minha.

domingo, 25 de maio de 2014

Cortar o cabelo sozinha...

Já tinha partilhado este video com vocês há mil anos atrás (no outro blog) mas continua a ser bem válido e por isso volto a partilhá-lo para quem não viu ainda...

Quando o vi a primeira vez pensei "esta mulher é louca cortar sozinha o cabelo e logo aquilo tudo", mas a verdade é que resulta e o corte fica bem bonito.
Acho que provavelmente só vai resultar em cabelos com camadas (ou que queiram ficar com o cabelo em camadas), quem quer cabelos direitinhos o melhor é nem experimentar.
Eu acho este método fantástico para ir tirando as pontinhas do cabelo sem ter de cortar muito, ou seja para aqueles cortes entre idas ao cabeleireiro (além de que poupamos uma pipa de massa).

Por fim recomendo que cortem pouquinho de cada vez, acho mais seguro. Mas garanto-vos que resulta e que fica bonito.

sábado, 24 de maio de 2014

Mariza - Chuva

Fado não é por norma o meu estilo de música favorito mas esta música... Sem dúvida é uma das que mais gosto.

  

"As coisas vulgares que há na vida / Não deixam saudades / Só as lembranças que doem / Ou fazem sorrir
 Há gente que fica na história / da história da gente / e outras de quem nem o nome / lembramos ouvir
São emoções que dão vida / à saudade que trago / Aquelas que tive contigo / e acabei por perder
Há dias que marcam a alma / e a vida da gente / e aquele em que tu me deixaste / não posso esquecer
A chuva molhava-me o rosto / Gelado e cansado / As ruas que a cidade tinha / Já eu percorrera
Ai... meu choro de moça perdida / gritava à cidade / que o fogo do amor sob a chuva / há instantes... morrera
A chuva ouviu e calou / meu segredo à cidade / E eis que ela bate no vidro / Trazendo a saudade."

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Séries - Bones

Eu sou muito viciada em séries e por isso vou partilhar convosco algumas das que vejo.
A primeira que escolhi foi a minha série favorita de sempre.

Resumindo a série:
Bones (ou Dra. Temperance Brennan) é uma antropóloga forense que é completamente racional e se baseia apenas e só em evidências, já Booth é um policia do FBI que segue todas as regras da lei mas cujas acções são baseadas nos instintos e nos sentimentos e juntos eles são a melhor dupla de todas as séries - ever (actualmente já são casados e tem uma filha).
Além deles a série é cheia de personagens envolventes.

Bones vai na 9º série e é das poucas que eu consigo ver 10 episódios seguidos sem me fartar da dinâmica ou dos casos.
Sou completamente apaixonada por ela :p

A 9º temporada conta com 24 episódios e eu já vi 23 (o 24º ainda não chegou cá) o que quer dizer que ao longo destas 9º temporadas eu já gastei uma semana e 21horas da minha vida a ver esta série (acho sempre chocante estes cálculos ahahah).

E qual é a vossa série favorita ever?

terça-feira, 20 de maio de 2014

Não estás...

Intro: 
Enquanto apagava alguns post's no blog antigo, cheguei à conclusão que não queria apagar os meus "segredos", porque foram uma parte de mim em algum momento da minha vida e porque sei que serão parte de alguém em algum momento da vida deles.. Para que percebam que não estão sozinhos neste mundo louco do amor...

Olho em volta e não te vejo, não te sinto, não te oiço, não te toco...

Não estás aqui, não queres estar aqui, nunca quiseste estar aqui e mesmo assim estás sempre em mim..
Em cada palavra que me falam, em todos os olhos que me olham, em todos os sorrisos que me dão.. és sempre tu que procuro, és sempre tu que não acho...

E vais e vens.. Andas ao sabor do vento e eu teimo em esperar que um dia percebas que é a mim que queres amar...
Não consigo desprender-me de ti... Porque o meu sorriso está eternamente ligado ao teu...

Setembro 2008



segunda-feira, 19 de maio de 2014

Fitness #3

Chegou ao fim a minha terceira semana de treino e cá estou eu para vos contar as novidades.

Esta semana não correu bem e treinei apenas 3 dias.

Na segunda fiz o treino normal do dia (para quem  não leu os primeiros post's pode ler aqui e aqui) sendo que no total fiz cerca de 6km em passo acelerado e 1km em corrida (não todo seguido) e as maquinas como habitualmente.
Na terça o treino da manhã foi o "high e tight" e por amor de Deus, que treino é este?? 90% deste treino é usando a força dos braços (apesar de ser um treino de rabo/pernas) e a sensação que dá é que vamos morrer no final do mesmo.
À tarde treinei normalmente apesar de já sentir as moinhas nos braços (novamente os tais 6km em passo acelerado e 1km em corrida).
Na quarta estava toda partidinha, doía-me muitoooo os braços e os músculos da lombar mas mesmo assim fiz o treino da manhã e o treino da tarde.
Na quinta quase não me mexia com as dores das costas - também me doíam os braços mas suportável - fiz só metade do treino da manhã e optei por não fazer o da tarde para não piorar a dor dos músculos das costas.
Na sexta acordei e adormeci com uma bruta de uma enxaqueca (coisas de mulheres) e não treinei. Quem disse que o exercício faz bem às dores de cabeça nunca deve ter tido uma enxaqueca :\

Portanto esta semana treinei correctamente 3 dias o que não é nada de especial (e é o mínimo a que me obrigo), como consequência não engordei NADA mas também não perdi peso (eu perco peso muitooo facilmente), por isso não foi mau de todo.

De qualquer forma começo a ponderar (mais ou menos porque o preço por enquanto é proibitivo) tomar uma proteína (whey) que me ajude com a questão das calorias que preciso de ingerir e que me dê energia para o treino (principalmente o matinal).
Se alguém tiver uma sugestão de qual devo tomar (ou me quiser oferecer um) deixem um comentário.

Dito isto deixo-vos a foto da minha barriga - a minha barriga sempre foi fácil de moldar, apesar de ainda estar muito longe daquilo que desejo, aquilo que realmente exige muito esforço em mim são as pernas, preciso de ganhar massa muscular nas pernas para ficar boazona. Ahahha
Se me quiserem oferecer o whey já sabem, fiquem à vontade.



domingo, 18 de maio de 2014

Vazia...

Intro: 
Enquanto apagava alguns post's no blog antigo, cheguei à conclusão que não queria apagar os meus "segredos", porque foram uma parte de mim em algum momento da minha vida e porque sei que serão parte de alguém em algum momento da vida deles.. 
Para que percebam que não estão sozinhos neste mundo louco do amor... 

Ontem ele disse-me que tinha começado a namorar e eu fiquei totalmente vazia...

São quase 6 anos de idas e voltas, quase 6 anos a tentar esquecer-te mas a desejar-te mais do que tudo, são quase 6 anos, a fugir de ti e a voltar sempre que assim o desejas, são quase 6 anos e o sentimento não diminuiu nem um bocadinho... como se todas as coisas más desaparecessem quando sorris para mim, como se todo o sofrimento se evaporasse num abraço, como se tudo fosse possível quando me olhas nos olhos...

E eu queria dizer que é desta que te vou esquecer mas não posso, não posso porque não mando no coração... quantas vezes já disse a mim mesma que acabou? Quantas vezes jurei que não voltaria? Quantas vezes acreditei que tinha esquecido? Tantas, tantas que lhes perdi a conta, mas quando te vejo e sorris para mim eu sei, eu sinto que te amarei eternamente...

E não é loucura, nem masoquismo, nem palavras soltas e vazias.. quando olhas para mim eu ainda "derreto", quando me tocas eu ainda tremo, quando falas eu ainda sonho.. Eu queria dizer que desejo que o teu namoro corra bem e sejas feliz, queria porque te amo e te desejo sempre o melhor do mundo mas ao mesmo tempo desejo imensamente que tudo não passe de mais uma das tuas histórias, que o namoro acabe, que não dê em nada.. e eu sei que sou eu que me coloco em posição de ser magoada, porque sou eu que vou quando tu chamas, porque sou eu que te amo incondicionalmente e apesar de tudo, porque sou eu que sei as regras do teu jogo e mesmo assim aceito "joga-lo" mas eu não consigo evitar, eu não consigo resistir a tudo o que sinto.. e eu já tentei, oh como eu já tentei mas és uma parte tão grande de mim e a verdade é que eu não consigo, ou não quero, abdicar de ti...

Vou ficar aqui, no meu canto, viver a minha vida, deixar-te viver a tua e esperar para ver o que o futuro nos reserva.. não sou eu que vou estragar esse namoro, apesar de desejar que ele acabe não vou fazer absolutamente nada que o ponha em risco.. vou ficar aqui, sem te mandar mensagens, sem te ligar... sair com os amigos, divertir-me, seguir em frente mesmo sabendo que basta um telefonema para voltar atrás.. vou ficar aqui, no mesmo sitio onde tu sempre me encontras-te, onde sempre me encontrarás..

Tenho o coração vazio e mesmo assim cheio de amor por ti...

29 de Maio de 2009


sábado, 17 de maio de 2014

Kate Winslet - What If


"In my head I keep on looking back,
Right back to the start,
wondering what it was that made you change.
well I tried but I had to draw the line.
and still this question keeps on spinning in my mind.

What if I had never let you go,
Would you be the man I used know,
If I'd stayed, if you tried,
if we could only turn back time,
But I guess we'll never know."

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Quarto ao lado...

Este é um dos meus poemas favoritos e costumo mandá-lo a pessoas que gosto e que perderam alguém.
Hoje partilho-o com vocês...

"A morte não é nada ...
Eu apenas fui para o quarto ao lado.
Eu sou eu, e tu és tu.
Seja o que for que tenhamos sido um para o outro continuamos a ser.
Chama-me pelo meu nome de sempre, conversa comigo da forma espontânea que sempre usaste.
Não uses um tom diferente, não faças um ar forçado de solenidade ou mágoa.
Ri como sempre rimos das pequenas brincadeiras que nos divertiam aos dois.
Brinca … ri … pensa em mim … reza por mim.
Deixa o meu nome continuar a ser o nome familiar que sempre foi, deixa-o ser falado sem ênfase, sem qualquer sombra.
A vida tem todo o significado que sempre teve.
É a mesma que sempre foi
Não houve nenhuma quebra de continuidade.
O que é a morte além de um pequeno acidente?
Porque deveria ficar fora do teu coração só porque estou fora da tua vista?
Eu estou à tua espera, este é só um intervalo.
Algures muito próximo, logo a seguir à esquina.
Está tudo bem."

[Canon Henry Scott Holland]

terça-feira, 13 de maio de 2014

Meu querido F...

Intro: 
Enquanto apagava alguns post's no blog antigo, cheguei à conclusão que não queria apagar os meus "segredos", porque foram uma parte de mim em algum momento da minha vida e porque sei que serão parte de alguém em algum momento da vida deles.. Para que percebam que não estão sozinhos neste mundo louco do amor...

F... meu querido F.. meu eterno F...
Eu afasto-me, procuro outros braços, convenço-me de que acabou mas o mundo teima em levar-me de volta a ti.. é sempre assim.. eu afasto-me e tu procuras-me com palavras bonitas, com atitudes que me deixam saudades, com frases que fazem o meu coração bater mais rápido.. e eu sorrio, sonho e deixo-me envolver mesmo sabendo que é tudo temporário, que a nossa sintonia perfeita só dura o tempo que tu quiseres que dure, que para mim é amor mas que para ti são momentos..
Adoro adormecer ou acordar a meio da noite sabendo que o telemóvel tocou com uma mensagem tua, adoro a sensação de que estás a pensar em mim... mas não dói quando a mensagem não chega, quando trocas as palavras pelo silêncio, não dói porque não te vejo há algum tempo, mas agora que falas em voltarmos a estar perto, dá-me um aperto no peito, eu quero, eu sempre quero mas eu sei que depois tu vais embora e o muro que hoje existe a proteger o meu coração vai cair, que o silêncio vai voltar a magoar, que a distância vai voltar a ser insuportável, que as lágrimas vão voltar a cair quando tu não mandares mensagem de boa noite..
Tu foste, és e eu sei que serás sempre o homem da minha vida, eu sei que um sorriso teu terá sempre a capacidade de me fazer sonhar, que o teu toque sempre me fará tremer, que o teu abraço será sempre a solução para todos os meus dramas... mas eu também sei que tu nunca serás meu e mesmo assim, mesmo sabendo que vou chorar, que vou cair, que vou sofrer, mesmo assim eu anseio pelo dia em que me vou voltar a perder nos teus braços...
Juro que continuo a viver a minha vida, juro que não deixo este amor louco condicionar-me as atitudes, juro que na minha cabeça te coloco como amigo, juro que não é culpa minha mas o meu coração trai-me sempre, cá dentro tu continuas a ser o que sempre foste, o único que dá sentido à palavra amor... 5 anos e meio =')
E todos os outros que possam existir se resumem a nada quando tu me pedes para estar perto outra vez...

9 de Abril de 2009


segunda-feira, 12 de maio de 2014

Fitness #2

Depois de mais uma semana de treino cá estou eu para vos actualizar.
Para quem não leu o post anterior onde explico tudo, é favor clicar aqui.

Durante esta semana mantive a mesma rotina de treinos, de manhã um treino de brazil butt lift e à tarde 5km e máquinas.
A única diferença foi que inseri corrida, ou seja em vez de apenas andar em passo acelerado, comecei a correr em algumas partes do percurso e acabei por me ressentir por isso :x
Já era cansativo fazer dois treinos por dia mas com as corridas fiquei mesmo ko, talvez tenha que fazer as corridas apenas em dias alternados e não todos os dias, vou ver como o meu corpo reage durante esta semana aos treinos.

Na semana passada acabei por não treinar na sexta feira devido ao desgaste físico, sentia-me mesmo cansada, não eram dores físicas, era mesmo cansaço muscular e optei por deixar o meu corpo descansar.
Hoje volto aos treinos e vou ver como as coisas correm, talvez esteja a pedir de mais ao querer inserir já as corridas nos treinos, mas é que quando estou ali a andar em passo acelerado todos os músculos do meu corpo me pedem para correr, é uma sensação fantástica chegar ao fim do treino sem me conseguir mexer (sou maluca já sei).

Quanto a resultados práticos, eu não medi nada antes de começar os treinos e só me vou medir quando chegar ao corpo que quero, portanto em termos de medidas não sei dizer o que perdi e o que ganhei.
Noto que se nota melhor a minha cintura, ou seja, não estou tão direita (dá para notar na foto em baixo). Quanto à balança, engordei meio kilo (para quem não sabe o objectivo é engordar).
Portanto em duas semanas engordei quilo e meio, o que me parece bastante bom, apesar de não saber para onde foi o quilo e meio porque não noto diferença nenhuma em termos de peso mas... se a balança diz, eu acredito.

Deixo-vos com uma foto da minha barriga desta semana. Sou só eu que vejo os abdominais a quererem aparecer?
Beijoooooooooo


quinta-feira, 8 de maio de 2014

Fazes-me falta...

Intro:
Enquanto apagava alguns post's no blog antigo, cheguei à conclusão que não queria apagar os meus "segredos", porque foram uma parte de mim em algum momento da minha vida e porque sei que serão parte de alguém em algum momento da vida deles.. Para que percebam que não estão sozinhos neste mundo louco do amor...

Às vezes acho que não estou apaixonada por ti, que são apenas sensações e sentimentos sem sentido, apenas alguma coisa a bater aqui dentro mas outras vezes..
Ontem quando te vi, quando os teus braços me rodearam e por momentos me perdi no teu abraço eu senti que podia ficar ali para sempre, de repente não havia nada à nossa volta, foi como se a música tivesse parado e as pessoas desaparecido, queria ter-te dito que tive saudades tuas, na verdade quase disse mas as palavras ficaram-me presas na garganta e não consegui emitir nenhum som.. juro que o teu olhar me disse que também tiveste saudades minhas, juro que o teu corpo colado ao meu me disse que também sentiu falta do meu abraço e quando me olhaste nos olhos tudo o que eu consegui fazer foi fugir, afastar-me.. até agora continuo sem saber o motivo de o ter feito..
E sempre que aparecias os meus olhos brilhavam e sempre que me abraçavas o meu coração batia em ritmo acelerado e sempre que me olhavas nos olhos eu sentia que desejavas tanto o meu beijo como eu o teu.. mas não o dei, eu queria, eu queria tanto mas eu simplesmente não fui capaz e foram tantas as oportunidades para me perder em ti, foram tantos os olhares, os gestos, os toques, tu ficaste à espera que eu avançasse e eu simplesmente não fui capaz..talvez porque eu sabia que tudo não passaria de um momento, que tudo se resumiria ao tempo em que estivéssemos ali..
Apetece-me gritar que tenho saudades tuas, porque tenho, porque aqueles abraços não chegaram para afastar a falta que me fazes, porque eu sinto falta dos teus olhos azuis e do teu sorriso.. porque na realidade eu queria que estivesses comigo mas não estás e não vais estar.. e por isso eu calo-me e por isso tu não sabes o que sinto e por isso tu achas que te ultrapassei e que não me fazes falta.. porque apesar de tudo o que vi nos teus olhos ontem, eu acho que eu não te faço falta e que tu vives perfeitamente sem mim...

1 de Março de 2009


quarta-feira, 7 de maio de 2014

Anorexia...

Enquanto apagava os post's do outro blog deparei-me com esta "carta" que escrevi e que sei que há muito tempo deixou de me pertencer - apesar de ser da minha autoria.
Na altura em que escrevi isto lembro-me de ter visto uma reportagem no telejornal sobre anorexia e de eles falarem de blogs em que a anorexia e a bulimia eram idolatradas, achei aquilo surreal e fui pesquisar e deparei-me com MILHARES de blogs em que as autoras e as leitoras, sofrem destas doenças, sabem que sofrem destas doenças e mesmo assim querem sempre mais, é uma realidade alucinante, ver que estas miúdas sabem que se estão a destruir e mesmo assim insistem em bater naquela tecla.

E atenção a anorexia é uma doença psicológica gravíssima, porque deixa sequelas para a vida toda, no entanto a maioria das pessoas que sofre dela, não se apercebe que sofre de uma doença, o cérebro delas sofreu uma autentica lavagem cerebral e elas deixaram de conseguir parar as dietas, olham para o espelho e vêem gordura onde só há ossos, mas não sabem que estão doentes e muitas vezes só se apercebem disso quando o corpo atinge o ponto de ruptura e perde por completo as forças. A partir dai existe todo um processo complexo de voltar a formatar o cérebro e de voltar a fazê-lo entender que é preciso comer, é necessário engordar e isto leva ANOS, uma vida inteira por vezes.

A questão é que as miúdas que escrevem estes blogs "pró-ana" e "pró-mia" sabem que estão doentes, sabem que aquilo as pode matar e mesmo assim gostam da doença, gostam das consequências e isso, para mim, é chocante..

Escrevi na altura esta carta como uma forma de alertar quem procurasse coisas sobre anorexia e bulimia, na intenção de que talvez ao ler isto, mudasse a ideia da dieta, procurasse um médico, na tentativa de ajudar alguém.
Sei que esse proposito foi comprido pelos emails que recebi ao longo dos anos e por isso mesmo achei que fazia todo o sentido voltar a partilha-la e deixa-la aqui, para que novas pessoas a possam ler e a possa sentir.
Lembrando que esta carta é uma CRITICA à anorexia e à bulimia e não um incentivo à mesma...
Fica a carta:


Queridas amigas, esta carta é escrita a 4 mãos, permitam que nos apresente, nós somos a anorexia e a bulimia, muitas das nossas amigas chamam-nos simplesmente de ana e mia, se estás a ler isto talvez seja porque queres ser mais uma das nossas fieis e inseparáveis companheiras, quero avisar-te antes de tudo que depois de entrares para o nosso circulo dificilmente sairás e provavelmente pensarás em nós pelo resto da tua vida, nós somos simplesmente inesquecíveis.
Agora que fizemos a primeira apresentação deixa-me que te explique porque estás aqui, provavelmente sentes-te mal contigo mesma, achaste gorda e estás farta de achar que todos os teus problemas são devido ao teu aspecto físico, desejas ser como as modelos que vês nas revistas e na televisão, deixa-nos avisar-te (porque somos boas amigas e as boas amigas devem avisar) que a imagem que vês agora ao espelho é a imagem que continuarás a ver sempre, não porque não emagreças, podemos jurar que vais emagrecer, mas apenas porque a nossa relação de amizade vai causar em ti um transtorno psicológico que vai fazer com que tu não vejas aquilo que realmente és, tu vais perder peso mas acharás que nunca é o suficiente e que precisas sempre de mais, mesmo que estejas demasiado magra tu vais continuar a achar que estás gorda, isto é um dos efeitos secundários da nossa amizade.
Não te queremos assustar, só queremos ser verdadeiras e sinceras.
Mas vamos continuar, a nossa dieta obriga-te a passar dias sem comer, ou a comer quantidades que de tão pequenas fazem com que o teu corpo comece a sentir falta de alguns nutrientes essenciais para o seu bom desempenho, não comer é o meio mais rápido de perder peso, mas é também o mais agressivo e fatal.
Aos poucos e com a nossa dieta vais começar a emagrecer drasticamente, a tua menstruação vai desaparecer, o teu cabelo pode cair e tu vais começar a perder a força para fazer coisas tão simples como subir umas escadas. Tu vais saber que algo está errado e muitas vezes vais querer desistir, mas quando tentares comer o teu estômago vai recusar a comida por já não estar habituado a ela, quando te olhares ao espelho verás uma imagem que não existe e mesmo que a balança marque apenas 35kg tu verás pelo menos uns 60 no espelho, os teus olhos deixaram de ser capazes de ver a realidade.
Os teus pais estarão preocupados mas tudo o que tu queres é que te deixem em paz, perdeste a paciência, o bom humor, deixaste de ser capaz de rir e sair, tudo te cansa demasiado, no entanto apesar disso continuarás a querer fazer exercício físico, mesmo que isso te canse tanto que te faça desmaiar e quando finalmente perceberes que esta dieta te está a matar e procurares ajuda verás que te deixamos sequelas psicológicas para toda a vida e que nunca mais serás verdadeiramente feliz e tudo porque viverás numa luta constante entre o que é melhor para ti e o que as "vozes" que colocamos na tua cabeça te dizem.
Ainda achas que anorexia e bulimia são melhores do que um nutricionista? Ok, a escolha é tua, prometo que te acompanharemos até ao teu funeral.

terça-feira, 6 de maio de 2014

Não sei...

Intro:
Enquanto apagava alguns post's no blog antigo, cheguei à conclusão que não queria apagar os meus "segredos", porque foram uma parte de mim em algum momento da minha vida e porque sei que serão parte de alguém em algum momento da vida deles.. Para que percebam que não estão sozinhos neste mundo louco do amor...

Tenho saudades mas não sei do que tenho saudades, se da tua voz, se dos teus olhos, se do teu abraço... Não sei se gostava de ti ou se gostava apenas da companhia, do que me fazias sentir; não sei se a dor que sinto é pelo fim ou por eu querer sempre mais o que não posso ter, não sei nada do que estou a sentir...
A confusão reina totalmente e completamente por aqui..
Sei apenas que me fazes falta, que queria ouvir a tua voz, que queria ver os teus olhos, que queria sentir o teu abraço, sei apenas que não gosto de como as coisas estão, sei que acima de tudo devia estar a amizade, sei que errei contigo...
Achei que estava a dar mais do que estava a receber e enganei-me, hoje percebo que me deste muito mais do que eu te dei a ti, que te entregaste muito mais do que eu, que te esforçaste mais do que eu para darmos certo.. e fui eu com uma atitude totalmente estúpida que te afastei, que te perdi.. nem sei se é justo pedir-te uma nova oportunidade, como disse não sei o que sinto... mas "te juro que me haces falta"...
Queria voltar atrás no tempo e calar aquelas palavras que mudaram tudo...
Desculpa, é tudo o que consigo dizer...

15 de Fevereiro de 2009


segunda-feira, 5 de maio de 2014

Fitness #1

Quem me acompanhava no blog antigo sabe que no ano passado (em Julho/Agosto) decidi começar a fazer exercício físico, tinha engordado e apesar de gostar do peso com que estava, não gostava das consequências desse aumento de peso - leia-se da celulite e flacidez, assim decidi começar a praticar exercício físico.
Pratiquei durante 2/3 meses de forma regular e depois ia fazendo um treino aqui e ali.
Como resultado dos treinos acabei por perder todo o peso que tinha ganho (e que era basicamente gordura) e comecei a ganhar definição e a tonificar o corpo ... mas depois veio Dezembro e eu tive mil coisas para fazer, parei os treinos e depois fui adiando e adiando o regresso.

Na passada terça feira (portanto dia 29 de Abril) decidi que chegava de adiar a coisa e que tinha de voltar a praticar porque queria a minha barriga perfeita de volta e queria ganhar peso (sim, eu sou o contrário das outras pessoas), por isso tracei o meu "plano estratégico" de treinos até ao verão.

E o plano é mais ou menos assim:
À segunda faço apenas um treino ao final do dia que consiste em usar aqueles circuitos que há nos jardins (existe um mesmo ao pé de minha casa e eu nem sabia), faço 5km de caminhada em passo rápido, 15min de elíptica e mais 3 máquinas que existem neste circuito, a coisa resulta mais ou menos em 1h15 de treino.
De terça a quinta faço um treino matinal de "Brazil Butt lift" que eu acho fantástico porque não me dá aquela sensação de que estou sempre a repetir os exercícios (apesar de estar) e estou a seguir o calendário deles (o que consiste em um treino de 45 a 50 min de manhã) e ao final do dia faço o circuito igual ao das segundas feiras. Resumindo, treino duas vezes por dia.
À sexta-feira depende, se for passar o fim de semana em casa faço os dois treinos iguais aos referidos anteriormente, se for passar o fim de semana à aldeia faço o treino matinal e depois ao final do dia - já na aldeia - faço uma caminhada (misturada com corrida) de 3km (aqui o percurso tem muitasss subidas e descidas, então estes 3 km matam-me mais do que os 5km dos circuitos semanais).
Por fim ao sábado e ao domingo a ideia é não treinar e deixar o corpo recuperar do esforço da semana, restabelecer os músculos e por ai fora.

Quanto à alimentação não me perguntem porque eu não sou exemplo para ninguém e como tudo e mais alguma coisa.

Pretendo fazer um video a falar sobre isto mas já sabem que entre o eu pretender e o eu fazer pode demorar um bocadinho, de qualquer das formas quando fizer ele aparece por aqui.
Prometo no entanto fazer um post semanal com as minhas conquistas "fitness" já que me prometi a mim mesma não falhar nenhum treino até ao verão (Agosto) e eu nunca falho promessas, portanto :p
Para quem quiser ver os videos antigosss sobre o assunto, podem ver aquiaqui e aqui.

Por fim deixo-vos uma foto partilhada hoje no meu instagram do resultado de uma semana de treinos :p

Se eu consigo tu também consegues :p


sábado, 3 de maio de 2014

Britney Spears - My Prerogative

Num mundo onde cada vez mais as pessoas se guiam pelo que os outros dizem em vez de se guiarem pelos próprios pensamentos e sentimentos eu só tenho a dizer:

"Eu não peço autorização para tomar as minhas próprias decisões" :)

 

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Cansei...

Enquanto apagava alguns post's no blog antigo, cheguei à conclusão que não queria apagar os meus "segredos", porque foram uma parte de mim em algum momento da minha vida e porque sei que serão parte de alguém em algum momento da vida deles..
Para que percebam que não estão sozinhos neste mundo louco do amor...


Cansei de esperar por ti, cansei de achar que um dia ias acordar e perceber que eu era a mulher da tua vida, cansei de sonhar e de amar quem não queria saber de mim...
Não é que te tenha esquecido mas habituei-me à tua ausência, não é que não me lembre da tua voz, mas habituei-me ao silêncio, não é que não sinta falta do teu abraço mas habituei-me à indiferença...
Um dia acordei e disse "não quero mais" e mais de uma semana depois de o ter dito eu ainda o sinto, eu não quero mais, eu não quero mais dor, eu não quero mais desilusão, eu não quero mais indiferença, eu não quero mais que te lembres que eu existo apenas às vezes, eu existo todos os dias porque só te lembras disso quando queres?
Eu cansei que te afastes e te aproximes sempre que queres, eu cansei das tuas mensagens sempre que achas que eu te estou a fugir, eu cansei que me digas "tenho saudades tuas" ou "adoro-te" para desapareceres outra vez no dia a seguir.
Eu cansei e disse chega, eu decidi finalmente seguir em frente, eu decidi finalmente voltar a viver, a ser feliz, a aproveitar as coisas boas da vida.
Se é fácil? Até hoje foi, é estranho mas é verdade, eu não adormeço nem acordo a pensar em ti, eu não me arrependo de ter decidido que não te quero mais, eu não me arrependo de ter outros braços à minha volta... Nem sonhas que te fugi, para ti as coisas continuam iguais, tu estás afastado e eu respeito o teu espaço e quando quiseres vais voltar e eu vou agir como sempre agi... tu não sabes mas eu fechei-te numa gaveta e tenho a chave na mão, simplesmente porque não sei o que fazer com ela, foram 5 anos a amar-te mais do que ao mundo e ainda não consigo deitar a chave fora, ainda tenho uma parte de mim que gostava que fossemos amigos mas eu nem sei se tu sabes ser meu amigo, vou continuar a guardar a chave até decidir se mereces esse posto na minha vida.
Não tolero nem aceito que me voltes a magoar e não vou hesitar se tiver de deitar a chave fora, ser feliz só depende de mim, seguir em frente só depende de mim e desta vez eu não vou deixar que o que sinto por ti me faça voltar atrás...
Não digo que não te amo, porque talvez te vá amar a vida toda, digo apenas que não te quero mais.. e sabes?
Eu adoro o sorriso dele sempre que ele olha para mim e eu nem quero saber se vai dar certo, eu só quero viver, porque hoje mais do que nunca eu sei que mereço ser feliz...

25 Janeiro de 2009


quinta-feira, 1 de maio de 2014

O caso da Flávia...

Ontem enquanto ia apagando alguns post's do blog antigo, encontrei um que mexeu comigo e que não fui capaz de apagar antes de voltar a falar sobre ele aqui, o motivo é simples, não podia deixar que ele caisse no esquecimento, não podia ser mais uma das que remeteram a Flávia ao esquecimento.

Em 2008 enquanto andava a passar de blog em blog fui parar ao blog "Flávia, vivendo em coma..." e foi um choque, fiquei ali horas perdidas a ler todas as postagens, a conhecer a história e tenho-vos a dizer que chorei, me irritei, sorri mas acima de tudo fiquei de "boca aberta" (literalmente) pela falta de humanidade de algumas pessoas.

Resumindo muito a história:
A Flávia era uma criança de 10 anos que nadava na piscina do seu condomínio (em 1998) quando o cabelo dela ficou preso no ralo de sucção e ela ficou vários minutos dentro de água, até o irmão a ter conseguido tirar de dentro de água. Como se sabe o nosso cérebro funciona basicamente a oxigénio e quando não o recebe as células morrem e isso origina danos cerebrais profundos, foi isso que aconteceu com a Flávia; o tempo que ela esteve debaixo de água fez com que o seu cérebro não recebesse oxigénio e ela ficasse em coma vigil até hoje. Ou seja, são 16 anos assim.

 Antes de eu entrar no blog eu nem sabia que existia coma vigil, portanto eu vou partir do principio que muita gente também não sabe e explicar em palavras de leiga mesmo.
Há duas opiniões diferentes sobre o coma vigil (pelo menos no que eu pesquisei), há a tese de que o paciente abre e fecha os olhos apenas porque isso é uma reacção automática do nosso cérebro, é automático dormir e acordar mas que o paciente não sente nada e não se apercebe de nada, como ter os olhos abertos e não ver ou falarem connosco e não ouvirmos.
Depois há a tese de que eles apenas não conseguem comunicar connosco, eles ouvem, eles sabem que estamos ali, o cérebro deles reage mas eles perderam a capacidade de interagir connosco, porque o cérebro foi danificado e não consegue fazer com que o corpo reaja aos estímulos.
Imaginem aqueles vidros que só dá para ver de um lado, nós conseguimos ver para fora mas quem vê de fora pensa que está a olhar para um espelho, é mais ou menos assim, eles vêm-nos mas não conseguem fazer com que nós percebamos isso. Obviamente não sei qual das duas teses é a mais correcta, o que sei é que em coma vigil a pessoa abre os olhos e fecha os olhos mas não mais que isso, (eu prefiro acreditar na teoria do "espelho", não gosto de pensar que somos "apenas" respostas automáticas do nosso cérebro.)

Como se não bastasse a dor de uma mãe que vê a sua filha perder tudo o que deveria viver, o caso torna-se ainda mais revoltante porque foi pura negligencia. O condomínio mudou o ralo sem autorização, a empresa que fabricou o ralo não tinha o aviso de perigo no manual de acompanhamento do produto.
Depois a seguradora do condomínio não queria pagar o seguro.
Enfim, uma série de acontecimentos onde em todos é possível verificar a falta de humanidade que algumas pessoas possuem.
A Flávia está em casa com a mãe, mas precisa sempre que alguém esteja com ela, precisa de fisioterapia, precisa de ser alimentada, lavada. Tudo o que nós fazemos todos os dias, tudo o que nós vivemos todos os dias, a Flávia não vive porque uma piscina roubou-lhe isso. Para conhecerem tudo ao pormenor e de forma correcta por favor entrem no blog da mãe dela.

E aviso já que entrar no blog da Odele é levar um murro no estomâgo, não apenas porque a história da Flávia é dolorosa mas porque continuam a morrer crianças em piscinas, continuam a não existir leis que protejam os utilizadores das piscinas do perigo de ser sugado.

Por fim fica a lembrança de que estes casos não acontecem só no Brasil, já aconteceu mais do que uma vez em Portugal, nos Estados Unidos e em muitos outros sitios e mesmo assim, ninguém faz nada.
Continuam a perder-se vidas para preservar apenas e só os interesses dos "poderosos".

Passaram 16 anos e a Flávia continua em coma, passaram 16 anos e ainda há crianças a morrer.. Este mundo está todo errado :(